antropologia

Direção Descendente

1-10 de 20

Página
  1. 1
  2. 2
  1. HUMANIDADE SEM RAÇAS? - Sérgio D. J. Pena
    R$29,90
    6x de R$4,98

    "Humanidades Sem Raças?", novo título da "Série 21", trata da questão racial por meio de um recorte biológico. Aborda temas como a diversidade humana, a evolução do conceito de raça através dos tempos, entre outros. Apresenta ainda um glossário, com os termos mais relevantes da área. Não existem "raças" humanas. Elas são produto da nossa imaginação cultural, um conceito empregado não só para estudar populações, mas também para criar esquemas classificatórios que parecem justificar a dominação de alguns grupos por outros. O autor, Sérgio Pena, é professor titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia da UFMG.

    Publifolha - 69 pág. - brochura - formato 12,5 x 16 x 1

    Detalhes
  2. CULTURA CLÁSSICA GREGA E LATINA - Temas fundadores da literatura ocidental - Johnny José Mafra
    R$38,00
    6x de R$6,33

    Tratando de vários gêneros como a tragédia e a comédia, a épica e a lírica, o conto e a fábula, a obra visa a informar o leitor não só sobre temas de abrangência geral como mito e a realidade, mas também sobre assuntos específicos de que são exemplo a prosódia e a métrica latinas ou análises de textos poéticos da era clássica.

    Ed. PUC Minas - 212 pág. - brochura

    Detalhes
  3. OS EVANGÉLICOS - Clara Cristina Jost Mafra
    R$39,90
    6x de R$6,65

    Os evangélicos tendem a se identificar e ser identificados, no Brasil, como um povo missionário cristão. Esse livro descreve como esses "propagadores e difusores" do cristianismo se impõem, alargando e estendendo sua noção de missão a partir da convivência com o catolicismo popular, as religiosidades ameríndias e os cultos afro-brasileiros.

    Ed. Zahar - 92 pág. - brochura - formato 12 x 18 cm

    Detalhes
  4. OS NOVOS CAMPONESES - Leituras a partir do México profundo - Armando Bartra Vergés
    R$44,00
    6x de R$7,33

    Nesta obra, o filósofo mexicano Armando Bartra propõe uma atualização do conceito de camponês, em consonância com as transformações ocorridas na sociedade capitalista. Porém, em vez de encampar as vozes que vaticinam a dissolução da classe camponesa em meio ao processo de modernização da agricultura, o autor analisa como o campesinato reage a esse novo cenário, renovando-se na sua recriação mediada por suas resistências e na subordinação ao capitalismo.

    Com este livro, Bartra desafia os monopólios do saber e democratiza o conhecimento, construindo interpretações que nos aproximam dos camponeses e indígenas da A mérica Latina, tomando como base as experiências da América Central que liga mundos desiguais e tão próximos.

    Cultura Acadêmica Editora - 356 pág. - brochura

    Detalhes
  5. O MUNDO PÓS-PANDEMIA - Vários autores - Pré-lançamento

    De: R$49,90

    Preço Promocional R$44,90

    6x de R$7,48

    Já não há dúvidas: nosso tempo se dividirá entre o antes e o depois da Covid-19. De fato, dificilmente houve acontecimento tão determinante neste século quanto a pandemia, e as consequências das recentes ações políticas, sanitárias e econômicas ainda mal começaram a ser vislumbradas. O que, portanto, devemos esperar para nosso futuro e o futuro das próximas gerações? Uma transformação drástica em tudo o que é humano? Ou apenas o retorno do mundo tal como ele sempre foi? O que se sabe é que uma previsão bem fundamentada não pode passar ao largo deste livro. Afinal, nomes de peso aqui se reúnem para opinar sobre as principais esferas da atuação humana, levando em consideração cada uma de suas complexidades e dilemas.

    Transitando da arte e do humor ao poder judiciário e à economia, estas páginas constituem o que há de mais qualificado a respeito do mundo que nos espera.

    Ed. Nova Fronteira - 416 pág. - brochura

    Detalhes
  6. CLAUDE LÉVI-STRAUSS: O poeta no laboratório - Patrick Wilken
    R$44,90
    6x de R$7,48

    O homem que deu início a uma revolução intelectual e
 mudou a face do pensamento ocidental

    "Lindamente escrito, acessível e divertido." - The Independent

    "O livro oferece descrições claras e analíticas dos princípios básicos pelos quais Lévi-Strauss é conhecido" - The New York Times

     Claude Lévi-Strauss cresceu em Paris no início do século XX, em um antigo lar judeu e em meio a uma próspera vanguarda. Aos dez anos de idade, ele conseguia recitar longos trechos de Dom Quixote decorados e logo começou a pintar obras "cubistas" e a compor música. Estudou direito e filosofia na Sorbonne, mas, desiludido com a tradicional academia francesa, mudou para a disciplina de antropologia que acabava de surgir.

    Em 1938, na véspera de seu trigésimo aniversário, Claude estava no Brasil, liderando uma expedição etnográfica para estudar os Nhambiquaras - uma vaga designação de grupos nômades que perambulavam pelo planalto, nus exceto por plumas no nariz, braceletes e cintos. Em uma fotografia tirada na época, Lévi-Strauss está às margens de um rio, barbado e queimado de sol, com um macacão encardido, um chapéu de estilo colonial e botas de couro de cano alto. Este foi o início de uma revolução intelectual que mudaria a face do pensamento ocidental.

    Nesta biografia, Patrick Wilcken traça um retrato do "pai da antropologia moderna", que influenciou grandes nomes da segunda metade do século XX, como Michel Foucault, Roland Barthes e Jacques Lacan. Recorrendo a entrevistas com o próprio Lévi-Strauss, a pesquisas em seus arquivos mantidos na Bibliothèque Nationale em Paris e a conversas com antropólogos contemporâneos, Wilcken explora e explica suas ideias, revelando o homem por trás delas como um escritor e artista frustrado, que injetou uma sensibilidade artística na academia usando a imaginação e as ideias valiosas de um poeta.

    Ed. Objetiva - 398 pág. - brochura

    Detalhes
  7. DEVAGAR - Como um movimento mundial está desafiando o culto da velocidade - Carl Honoré
    R$44,90
    6x de R$7,48

    Nova edição do best-seller mundial.

    A pressa é inimiga da perfeição. Porém, é exatamente o culto da velocidade, materializado na exploração e otimização do tempo, que movimenta o mundo. Programações e planejamentos, transporte, prazos, turnos de trabalho: na busca pela eficiência progressiva e pelo aumento do lucro, tudo tem de ser feito mais rápido. Mas qual é o preço pago por isso?
    Neste best-seller, Carl Honoré traça a história de nossa intensa relação com o tempo e avalia as consequências de viver nessa cultura cada vez mais acelerada. Com dez capítulos abordando da comida à música, da criação de filhos à formação de universitários, da medicina às vantagens de trabalhar menos, do sexo ao repouso, Devagar dá dicas para quem quer viver menos acelerado e estressado e, consequentemente, mais equilibrado, criativo, produtivo e saudável.

    Ed. Record - 280 pág. - brochura

    Detalhes
  8. A VIDA EM COMUM - ensaio de antropologia geral - Tzvetan Todorov
    R$46,00
    6x de R$7,67

    Neste ensaio, que integra a Coleção Todorov, o filósofo búlgaro percorre um único domínio do vasto campo da Antropologia para estudar o ser humano a partir de um ângulo incomum. Ele busca compreender não o lugar que o homem ocupa na sociedade, mas, ao contrário, o lugar que a sociedade ocupa no homem: “Em que consiste, para o indivíduo, a exigência de conhecer apenas uma vida em comum?”.

    Detalhes
  9. PEGANDO FOGO - Por que cozinhar nos tornou humanos - Richard Wrangham
    R$49,90
    6x de R$8,32

    Nesse livro surpreendente e transformador, Richard Wrangham redesenha completamentenossa compreensão sobre nós mesmos com sua original "hipótese do cozimento". Para ele, ao contrário do que se pensa desde Darwin, passamos a cozinhar antes de nos tornarmos homens, e nos tornamos homens justamente porque passamos a cozinhar.

    O autor une áreas diversas para defender sua teoria, sempre com um texto claro e ao mesmo tempo profundo. Entre histórias sobre comunidades de dieta crua ou vegetariana, sobreviventes na selva e no mar, o cotidiano alimentar de esquimós, índios brasileiros e aborígenes australianos, ele nos conta sua própria experiência no território selvagem dos chimpanzés - onde viveu com eles e, sobretudo, comeu o que eles comem.

    Ed. Zahar - 228 pág. - brochura

    Detalhes
  10. UM ANTROPÓLOGO NA CIDADE - Ensaios de antropologia urbana - Gilberto Velho
    R$49,90
    6x de R$8,32

    Fundador da antropologia urbana no Brasil, Gilberto Velho conferiu àárea projeção internacional e construiu, ao longo de quarenta anos,uma das trajetórias mais férteis das ciências sociais no país. Dialogando com a tradição da antropologia, fez uso também das contribuições de outras disciplinas, como sociologia, história e psicologia, além de ter seus trabalhos marcados pelo interesse em literatura, filosofia e artes. Assim, com grande liberdade intelectual, voltou seu olhar pioneiro para as cidades e para o lugar do antropólogo.

    Organizado pelos antropólogos Hermano Vianna, Karina Kuschnir eCelso Castro, Um antropólogo na cidade reúne capítulos fundamentais de livros de Gilberto Velho - a começar pelo clássico A utopia urbana. No conjunto, os textos mapeiam os principais temas de sua produção científica, entre eles comportamentos desviantes, memória e identidade, mediação cultural, unidade e fragmentação em sociedades complexas e a relação do antropólogo com as cidades. Fechando o volume, é reproduzida uma longa entrevista na qual Velho faz um balanço de sua carreira.

    Ed. Zahar - 200 pág. - brochura

    Detalhes

Direção Descendente

1-10 de 20

Página
  1. 1
  2. 2
Loja Virtual UOL HOST